Adwords

Interessado em fazer dinheiro anunciando no Google?

Celular

Produtos do Google para seu celular favorito ou para o iPhone? Você encontra tudo aqui!

Gmail

Considerado um dos melhores Webmails do Mundo, o Gmail não pára de inovar!

Opensocial

Tudo sobre a plataforma de aplicativos para Redes Sociais do Google!

Orkut

Tudo sobre a Rede Social do Google, a mais popular no Brasil!

Início » Geral

O Google, a unificação de serviços e o papel do usuário

Enviado por em segunda-feira, 13 novembro 20067 Comentários
Que a unificação de serviços a internet é uma tendência, todos sabemos. Não só tendência, mas muitas vezes o caminho obrigatório para o sucesso. Foi assim com a Microsoft, com a Apple e com dezenas de outras empresas que fizeram milhões de dólares fornecendo soluções completas de software. E agora parece ser o caminho para o qual Larry e Sergey dirigem o gigante das buscas.

São inúmeros os exemplos dessa prática no mercado. Pacotes que reúnem uma gama maior de recursos, como o Microsoft Office, são mais conhecidos e utilizados. O usuário ganha facilidade, poupa tempo e a empresa aumenta os lucros. Mas até quando unificar é bom? A questão volta à tona com os recentes lançamentos do Google: Orkut+Talk, Google Docs & Spreadsheets e até mesmo a compra do Youtube.

Particularmente, me senti bastante incomodado pelo primeiro. O serviço é, de fato, excelente, mas também deixou algumas questões em aberto. E aqui não me refiro a esforços concentrados de engenheiros geniais ou inovações substanciais: bastaria ter mantido o que já funcionava.

O eficiente Writely parece ter sido “rebaixado” a um editor de textos similar ao do GMail. Antes, por exemplo, bastaria selecionar um bloco de texto para que a amigável caixa de combinação exibisse a fonte atual. Agora tal recurso foi substituido por um botão minúsculo e pouco convidativo.

O novo Writely também desconhece a diferença entre citar e aumentar o tamanho de um parágrafo. Pois agora os botões de Citação (quotes) e Identação fazem a mesma coisa. E fazem muito mal. Fui incapaz de editar documentos antigos (e importantes) com segurança porque a compatibilidade não foi mantida.

O chat, que para mim era um dos melhores recursos do Spreadsheets, ficou apenas por lá. Seria ótimo poder discutir a alterações em tempo real ao redigir documentos, mas isso não acontece. A impressão também piorou: agora é preciso passar por duas janelas, sendo que o Writely tinha tecnologia para fazer a coisa em dois cliques. Pra piorar, tive que exportar um documento na base do “Ctrl+C, Ctrl+V”, porque pelo menu padrão a acentuação sumia.

É claro que não há apenas desvantagens. A organização de documentos, por exemplo, melhorou substancialmente. E o novo gerenciamento de Feeds RSS do painel de configurações dispensa elogios pela simplicidade e clareza. O centro de ajuda não desaponta: pude encontrar facilmente respostas para a maioria das dúvidas.

Talvez eu esteja exagerando, mas sinto que o Google Docs & Spreadsheets poderia ser muito melhor do que já é se desse ao Writely o melhor do Spreadsheets, e ao Spreadsheets o melhor do Writely. Afinal, quem não gostaria de editar um documento de texto com chat e tornar suas tabelas mais compreensíveis com uma formatação um pouco melhor?

A junção de Google Talk e Orkut, por sua vez, foi uma excelente estratégia para angariar usuários. E graças à qualidade do Talk, mais e mais pessoas aderiram ao serviço como uma alternativa ao Windows Live Messenger.

Ao acessar minha conta no Orkut, e aceitar a integração entre os serviços (que felizmente é opcional), fui obrigado a escolher entre duas opções dolorosas: varrer a minha lista de contatos durante horas em busca de alguns para conversar ou aceitar, do nada, mais de 100 novos e-mails na lista. Escolhi a segunda, e o número de pessoas online triplicou.

É legal ter gente para conversar, mas a situação se torna realmente problemática devido à quantidade. Fica difícil se acostumar com tanta gente de uma vez. E muitos são apenas conhecidos com os quais pouco se fala. Teria sido mais confortável se o Google sugerisse (e adicionasse automáticamente) os usuários com quem mantenho mais contato, como ocorre no Gmail.

Também estou demorando a me acostumar com a idéia de ter minha mensagem pessoal e meu status divulgados nas páginas da rede social, mesmo que isso ocorra apenas para meus amigos. É que estar online no Talk agora parece significar estar online no Orkut. E estar online no Orkut é receber scraps.

Em contrapartida, adorei poder falar com os amigos no meu IM favorito. E eles também adoraram (e aderiram) ao Talk, o que é ótimo. Espero que com a popularização se acelere o ciclo de desenvolvimento, para que logo tenhamos suporte a vídeo e capacidade de teclar com usuarios de outras redes. E o protocolo Jabber permite isso!

E o que dizer do Youtube? Acredito que se a fusão das empresas se der de forma organizada, todos terão muito a ganhar. Pois assim como o Google Video precisa de usuários, o Youtube precisa encontrar formas mais eficientes de organizar seu conteúdo para levar aos visitantes a aquilo que procuram. E nenhuma empresa supera o Google na organização de informações.

Torcemos para que a Google continue inovando cada vez mais e aprenda com eventuais erros que cometer.

Popularity: 2% [?]

7 Comentários »

  • Erick X. disse:
    Adorei o artigo… muito bom…
  • rfranzen disse:
    Somente uma correção ao artigo que por sinal está bem interessante. O Talk já suporta a algum tempo a comunicação com usuários de outras redes jabber (ou o meu é super-dotado 😉

    Abraços.

  • Anonymous disse:
    ótimo artigo!
    muitas verdades ditas…
    embora goste muito do google, as vezes ele pisa na bola.
    mas no geral, eh ótimo..
    sabe, uma vez tava dando erro no meu blog, e a manutençao foi super rapida! e ainda me pediram desculpas pelo incoveniente =D
  • Carlos Júnior disse:
    Muito bom o artigo, mas quanto ao docs & spreadsheets, acho que ainda está em processo de migração (do writely), e em breve o teremos da melhor forma possível. Foi assim com o gmail,quando começou não tinha nada, hoje é essa maravilha que todos conhecemos.
  • Socrates Golzio disse:
    Muito bom o artigo, bem imparcial
  • SpyGamer disse:
    @rfranzen:

    Sim, essa possibilidade ja existe. Mas no artigo eu falo de algo mais interessante: a possibilidade de ter contatos de redes “não -jabber”

    Valew pelo feedback :)

  • Anonymous disse:
    Ah certo.. mas sei lá, isso talvez seria uma “perda de identidade”. Alguém tem os contatos do ICQ no MSN ? eu não…

    abraços.