Adwords

Interessado em fazer dinheiro anunciando no Google?

Celular

Produtos do Google para seu celular favorito ou para o iPhone? Você encontra tudo aqui!

Gmail

Considerado um dos melhores Webmails do Mundo, o Gmail não pára de inovar!

Opensocial

Tudo sobre a plataforma de aplicativos para Redes Sociais do Google!

Orkut

Tudo sobre a Rede Social do Google, a mais popular no Brasil!

Início » Geral

O que os Googlers fazem no banheiro?

Enviado por em domingo, 19 novembro 2006Um Comentário
Depois de tanta notícia e novidade, certamente ficamos mais curiosos pra saber como é o Googleplex, quartel general da Google em Mountain View. Og Maciel publicou no Planeta Ubuntu Brasil sua aventura dentro da sede da Google, quando esteve presente no Ubuntu Developer Summit, realizado há alguns dias e, de certo modo, patrocinado pela Google.
Olha um trecho da descrição feita por ele:
Como já tinha mencionado antes, nossas reuniões foram hospedadas no QG da Google em Mountain View, California. Ficamos hospedados no prédio #44 (e eu realmente acredito que existem mais 33 prédios enormes espalhados pela área), que por sorte ficava no mesmo local onde está o restaurante, que eles chamam de cafeteria, mas de cafeteria não tem nada!

O mais interessante fica realmente pela descrição e imagens do banheiro. Coisa moderníssima. Talvez o mais interessante não seja a modernidade do banheiro em si, mas sim o que os Googlers fazem no banheiro. Acreditem ou não, parece haver, semanalmente um desafio para o pessoal se entreter enquanto faz suas necessidades.

Depois de tanta comida, todos acabavam conhecendo os banheiros da Google, que tinham sistema de aquecimento, e de limpeza com jatos de água e ar para secar! hehehe. E o que os engenheiros da Google gostam de ler durante os momentos privados?

Fotos abaixo. (clique para ampliar)


Leia mais: Planeta Ubuntu Brasil

Popularity: 1% [?]

Fernando Kanarski Google AdWords Certified Partner, atualmente é Analista de Novas Mídias na HouseCricket , onde é responsável por Search Marketing e WebAnalytics.

Um Comentário »