Bush não é mais uma "falha miserável"

Google Bomb

A Google melhorou o algoritmo de suas buscas, e com isso, conseguiu desativar talvez a mais famosa Google Bomb já existente.

Ao digitar “miserable failure” no Google, o primeiro resultado retornado era a biografia do presidente norte-americano George W. Bush. Após a atualização no motor de buscas do Google, fizemos a mesma pesquisa e a biografia de Bush não aparece nem na primeira página. Note que o resultado ainda aparece em primeiro nas buscas do Yahoo e MSN.

Bush foi considerado uma “falha miserável” pelo motor do Google por mais de dois anos.

A imagem foi retirada do site Search Engine Land.


Respostas mais inteligentes

Um recurso excelente (que, infelizmente, ainda não chegou ao Google Brasil) são as Q&A, ou “Perguntas e Respostas” em inglês. Este é outro recurso que recebeu atenção do Google e ficou mais esperto nos últimos dias.

Por exemplo, podemos digitar Jordan height e obter a altura do jogador de basquete Michael Jordan, ou rapidamente descobrir o Dia da Independência de Honduras.

Popularity: 2% [?]

Publicado em Geral por brunosoares. Marque Link Permanente.

Sobre brunosoares

Paulistano, 22 anos, estudante de Engenharia da Computação pela FASP, é desenvolvedor Windows e Web há 5 anos. Gostava de escrever sobre tecnologia nas horas vagas, e criou o Undergoogle junto ao Fernando Kanarski para poder acompanhar de perto a, na sua opinião, empresa de tecnologia mais inovadora dos últimos anos.

4 ideias sobre “Bush não é mais uma "falha miserável"

  1. Parece q esse algorítmo não é tão esperto assim. o Google Bomb “político honesto” ainda funciona:

    1. Digite “político honesto”.
    2. marque “resultado em português”.
    3. clique em “estou com sorte”.

    =)

  2. Marcus VBP, isso não é um erro do algorítimo da Google. É que a página em questão é realmente a maior referência em político honesto. A página, para o Google, é uma outra qualquer e está correta pois contém as palavras chaves pesquisadas, diferente do “miserable failure”

Os comentários estão fechados.