Google Docs permite rastrear visitas de Documentos compartilhados

A Google recém adicionou ao Google Docs a possibilidade de acompanhar estatísticas de acesso de documentos compartilhados no Google Docs.

Para isso, você deve acessar a página de configurações do Google Docs e marcar a opção “ ” além de preencher o campo do código com seu código do Google Analytics.

Não sabe achar seu código:

  1. Acesse sua conta do Google Analytics.
  2. Na página “Configurações do Analytics”, localize o perfil para o qual você gostaria de recuperar o código de monitoramento. Observe que o código de monitoramento é específico do perfil.
  3. Na coluna de Configurações do perfil, clique em “Editar”.
  4. Acima do lado direito superior da caixa Informações de perfil do site principal, clique em “Verificar status”.
  5. O código de monitoramento deve estar na linha iniciada por “_uacct =”.

Estatísticas no Google Docs

 

As estatísticas devem aparecer em sua conta do Analytics e será possível monitorar todos os documentos publicados. Segundo o blog Google Blogoscoped, o serviço ainda está instável e precisa de algumas correções.

 

Segundo o Blog Google Operating System, o Google Docs também deve ganhar em breve a possibilidade de “visualização de impressão”, recurso muito utilizando no Microsoft Word e que faz muita falta para quem tenta utilizar o Google Docs como editor principal. Outra informação divulgada no Blog é de que a atualização na barra de ferramentas do Docs foi só o início da adição de novas ferramentas e, segundo imagens divulgadas no blog, uma barra de menu, muito semelhante a do Microsof Word pode ser incluída no Docs em breve.

 

Veja a imagem abaixo:

Google Docs menus

Em tempo: Mais estatísticas no Google Reader

O Renato Pires avisou que o Google Reader ganhou nos últimos dias mais opções de estatísticas. Agora é possível, ao clicar no link Show Details, visualizar a média de posts publicados por dia naquele blog, além do total de inscritos naquele feed por algum serviço da Google.

 

Google Reader Stats

Popularity: 7% [?]

O que falta para o Google Apps decolar nas empresas?

Sem dúvidas que, embora o Google Docs, editor de documentos da Google, tenha seu lado inovador e se tornando um bom exemplo de aplicação online, ele ainda não decolou no mundo corporativo. Assim como todos os editores online precursores a ele.

Como universitário, utilizo muito o Docs para editar trabalhos, montar “brainstorms” e compartilhar informações com os colegas. Como internauta, utilizo o serviço para fazer controle financeiro, editor rápido de apresentações online e fazer anotações que estarão disponíveis em qualquer computador com internet, ou até mesmo no celular.

Como sabemos, estudantes e usuários domésticos não movimentam grandes transações de valores como provedores de serviços, como Google, Microsoft e Apple. Eles precisam entrar no mundo corporativo para vender suas aplicações e conseguir uma rotatividade maior de dinheiro e venda de serviços.

A Microsoft, com uma larga vantagem, domina o mercado de edição de documentos e afins por ter uma suite sólida e fácil de usar. A Google por sua vez, tenta abocanhar o mercado corporativo através do Google Apps, suíte que envolve o gerenciamento de e-mails, criação e edição de documentos, calendário e criação de websites. Sem dúvidas que a idéia de gerenciar tudo online, através de uma interface simples, é uma grande vantagem para a Google. Porém, por que a empresa não decola no mundo corporativo?

A resposta parece fácil: A Microsoft desenvolve seus programas com suporte a servidores locais, permitindo às empresas terem controle total sobre os dados e a garantia de que as informações ficarão em lugar seguro e com acesso restrito. Este é o diferencial da Microsoft, que consegue passar confiança a seus consumidores, acrescentando a qualidade de seus produtos à segurança da integridade das informações.

Então, qual o passo para a Google conseguir roubar uma fatia do mercado corporativo da concorrência? A idéia é simples: A empresa precisa parar de armazenar todas estas informações em seus servidores e, de alguma forma, passar o controle para as empresas. Com a oferta de produtos “inovadores” sob seu total controle, poderia pensar duas vezes ao discutir sobre futuras atualizações de plataforma.

Entregar programas para as empresas parece não ser a filosofia da Google. Porém, a empresa já vende hardware, e isso pode ser o ponto de partida para o crescimento do Docs e da suíte Google Apps. Todos devem lembrar do Google Mini, uma solução integrada de hardware e software criada para ajudar na organização e buscas de arquivos eletrônicos em empresas. Para isso, ele fornece a capacidade e a produtividade da pesquisa do Google para seus documentos e sites – de maneira rápida, fácil e acessível.

 

Google Mini

Portanto, o exemplo do Mini pode ser uma boa solução para a Google conseguir mercado, credibilidade e a expansão de seus produtos, que são tão utilizados e bem falados pelos usuários domésticos.

Popularity: 3% [?]

Adicione número de páginas no Google Docs

Quando a Google anunciou que o Google Docs ganharia espaço para cabeçalho e rodapé em documentos, ficamos ansiosos, esperando a possibilidade de numerar páginas, além de inserir outros recursos dinâmicos, tão utilizados em editores como o Office da Microsoft[bb].

Bem, ainda não é possível incluir automaticamente a numeração de página no Google Docs, porém, com um simples edição do código HTML[bb] da página, é possivel adicionar a numeração e deixar o recurso de Cabeçalho e Rodapé realmente útil.

Para inserir a numeração automática, visite o Google Docs, abra um documento qualquer e clique no link “Editar HTML”. Depois disso, insira logo no início do Documento o seguinte HTML:

<div style=”text-align: right;” class=”google_header”>Página <span class=”google_pagenumber”>1</span> de <span class=”google_pagecount”>1</span></div>

Caso queira adicionar a numeração no rodapé do documento, volte ao link “Editar HTML” e insira no final do texto o seguinte código:

<div style=”text-align: right;” class=”google_footer” id=”google_footer”>Página <span class=”google_pagenumber”>1</span> de <span class=”google_pagecount”>1</span></div>

Para ver o resultado, você precisa exportar seu documento, como PDF, por exemplo. Pronto, já aparecerá a numeração automática no cabeçalho ou no rodapé do documento.

Dica retirada do Blog Google Operating System

Popularity: 2% [?]

Google Docs ganha redesign

Ao entrar no editor de textos do Google Docs, os usuários estão se deparando com uma nova barra de ferramentas, muitos mais semelhantes aos editores de texto para desktop, o que deve facilitar o reconhecimento das funções das teclas.

 

Mudança no Docs

Entre as principais novidades da interface, melhor visualização do tipo e tamanho de letra, atalho para o botão Imprimir e Salvar.

 

Em nossos testes, tanto o Spreadsheets quanto o Presentation ainda continuavam com as barras antigas. Segundo o Blog Google Blogoscoped, fonte da noticia, os serviços podem ganhar seu redesign em breve.

Popularity: 2% [?]

Google comemora Valentine’s Day

O segundo feriado mais importante, depois do Natal, para os americanos, está sendo comemorado em grande estilo pela Google, que exibe na home do buscador, Youtube e Google Docs, imagens e temas comemorativos ao “Dia dos Namorados e Dia do Amigo” americano.

Tanto a home do Google.com quanto a do Youtube estão exibindo logos comemorativos, como podem ser vistos abaixo:

google vallentines doodle

Youtub Valentines

O Google Maps também ganhou um coração no marcador do Street View.

maps Valentines

Já o Google Docs sofreu uma revolução: Ao abrir o serviço, com idioma inglês, o usuário vê a página toda cor-de-rosa com a mensagem Happy Valentine’s Day no topo.

A estrelinha dos itens estrelados foi alterada para um coração. Os botões New, Share, Move to e All folders também foram alterados e ganharam um coração.

Docs Valentines

A página de edição dos documentos não mudou.

Agradecimentos ao Daniel Fernando Pigatto.

Popularity: 2% [?]

Google Docs ganha editor de formulários

Que tal montar um formulário pelo Google Docs, compartilhar com seus amigos e receber, em tempo real, as informações no Spreadsheets?

O Google Docs acabou de ganhar a possibilidade de criação de formulários, que permitem a coleta de informações via caixa de texto, multi-opções e menu suspenso. O formulário pode ser compartilhado com seus contatos do Gmail ou ser publicado, via HTML[bb]. Todas as informações coletadas são armazenadas no Google Spreadsheets.

O mais interessante é a facilidade de criar e distribuir os formulários e a atualização das informações em tempo real recebidas no Google Spreadsheets.

 

Form no docs

Vamos fazer um teste? Montei um formulário e também compartilhei a planilha dos resultados. Preencha e depois veja os resultados.

Para criar seu próprio formulário:

  1. Crie uma nova planilha no Google Docs;
  2. Clique no botão “Share”;
  3. Marque a opção “to fill out a form”;
  4. Clique no botão “Start edit your form”;

  5. Pronto, basta editar o PopUp que abrirá com as informações necessárias e perguntas desejadas;

  6. Ao final, clique no botão “Next, choose recipients”;

  7. Aí é só adicionar o e-mails dos amigos e pronto!

  8. Voltando para a planilha do Spreadsheets, um link para o formulário aparecerá, você pode passar ele para seus amigos preencherem, as informações cairão, em tempo real, na planilha salva.

Quer mais?

Acabei de testar com alguns amigos. Enviei o formulário via Gmail, ele chega inteiro no corpo da mensagem, permitindo que seus amigos votem diretamente dentro do Gmail, facilitando muito a vida de quem precisa fazer uma enquete rápida com amigos, tanto da lista de contatos quanto de uma lista do Google Groups, por exemplo.

Veja mais no Blog Oficial do Google Docs.

Popularity: 8% [?]

Conheça o novo uploader para Google Docs

Como noticiado em outro post, a Google lançou uma ferramenta que permite enviar seus arquivos de forma simples e rápida de seu computador para sua conta no Google Docs. Isso permite a você usar o poder de um processador como o Word, e a mobilidade do Google Docs. Ou simplesmente migrar todos seus documentos para a web.

Caso queira testar o programinha, o primeiro passo é instalar o aplicativo, disponível aqui. O programa é enxuto: tem apenas 231 KB, porém requer o .NET Framework da Microsoft para funcionar. Se você acha que não possui o Framework na sua máquina, basta baixá-lo aqui.

Testamos o aplicativo e ele funciona muito bem: não requer instalação nem reiniciar o computador, o que já são dois pontos fortes do programinha.

doclist_1.jpg

Para começar a usar, basta digitar seu e-mail e senha associados a uma Conta Google. A opção “Add DocList Uploader to right click menu” permite que se envie documentos para sua conta clicando com o botão direito em “Send to Google Docs”.

Quando logado, o DocList exibe todos seus documentos, planilhas e apresentações na web. É possível arrastar arquivos do seu computador para a listinha, que o arquivo é enviado. Também é possível abrir os documentos no navegador ou deletá-los da web, tudo pela janelinha.

doclist_21.jpg

Conclusão

O programa é bem simples e prático, cumprindo bem o papel para o qual foi proposto. Porém ainda tem alguns bugs irritantes, mensagens não muito informativas e não mostra os documentos organizados por pastas. Caso corrijam estes problemas, esta pode ser a ponte perfeita para migrar mais usuários do desktop para a edição de documentos na web.

Popularity: 2% [?]

Google Presentations ganha formas

“Huummm, essa apresentação não pode ficar completa sem algumas setas, estrelas e balões…”

Pensando nisso o Google Presentations, editor de slides do Google, acaba de ganhar a diversas “formas” que podem ser inseridas nas apresentações. Com o recurso, o Presentations deve ganhar mais adeptos (pessoas que procuram um editor simples e dinâmico através da Web).

Além de inserir as formas, é possível colocar cor para o contorno e preenchimento. Já imaginou alguma integração entre vídeos do Youtube e o Presentations? Ou talvez o próximo recurso possa ser animação…

formas-no-google-presentantions1.jpg

Além do Presentations, a família Docs ganhou um novo recurso: um programa, disponível somente para Windows, que facilita o upload de vários arquivos para o serviço. Assim, com um simples arrastar-e-soltar, é possível enviar uma série de arquivos de uma só vez. O programa utiliza a API do Docs e requer .NET Framework 2.0.

Mais informações de download no blog Google Data APIs.

Popularity: 2% [?]

Veja apresentações do Google Presentations diretamente do Google Reader

No início do ano, mostramos que o Google Presentations, programa do Google Docs, que permite criar Slides, permitia o compartilhamento de apresentações através de um mini player, que podia ser inserido em páginas e blogs. Na ocasião, o código que gerava um iframe da apresentação não conseguia ser interpretado pelo Google Reader.

Agora, menos de 15 dias depois, já é possível visualizar apresentações diretamente no Google Reader, sem haver a necessidade de visitar o site original uma ótima notícia para blogueiros que queiram montar algumas apresentações com fotos, produtos e esquemas.

Veja um exemplo abaixo:

Popularity: 1% [?]

Coloque Slides do Google Presentation em seu site

Que tal compartilhar apresentações de Slides tão facilmente quanto vídeos do Youtube? Alguns sites já ofereciam o recurso, mas, recentemente, o Google Docs ganhou também a funcionalidade de compartilhar apresentações criadas no Google Presently, gerenciador de slides da família Google Docs.

 

Para compartilhar uma apresentações do Google Docs, você deve acessar o documento ou criar um novo, clicar na aba Publish e copiar o código HTML que pode ser inserido em qualquer página. Uma caixa, muito semelhante a do Youtube aparecerá na página permitindo a visualização e compartilhamento da apresentação.

 

Veja uma apresentação de exemplo:

Popularity: 4% [?]

Backup e sincronismo de seus documentos no Google Docs

DocSyncerUm dos grandes problemas hoje em se utilizar o Google Docs para fazer backups de seus documentos do desktop é o transtorno para enviar e manter os documentos sincronizados. Hoje, não dá pra automatizar a tarefa. Ou melhor, não dava.

Em poucas semanas será lançado mais um serviço Web 2.0 que promete suprir uma deficiência de outro produto online. O DocSyncer é um (tradução literal do nome e da utilidade) sincronizador de documentos, que possibilita fazer uploads dos seus arquivos de texto, planilha e apresentações (Word, Excel e Powerpoint) em massa e sempre que houver alterações nos arquivos locais, atualizar o Google Docs automaticamente com seus arquivos.

O serviço mantém uma estrutura de diretórios igual à armazenada localmente e informações relevantes acerca dos arquivos. Ao clicar para abrir um documento, o serviço acessa o arquivo online diretamente e exibe-o. Prático, não?

No momento os idealizadores do DocSyncer estão procurando investidores para lançar no mercado o seu serviço (a versão inicial será fechada, com acesso por convites) e cogita-se que o próprio Google possa vir a financiá-los ou comprar a idéia e lançar como serviço agregado ao Docs. De uma forma ou de outra, aguardo ansioso pelo lançamento, pois vai-me ser muito útil.

Infelizmente ainda vamos esperar um pouco para que o sincronismo inverso aconteça – quando um documento for alterado no Docs, seja automatimente transferido para o computador.


Manoel Netto é Consultor / Desenvolvedor Web, entusiasta e estudioso de blogs, apaixonado por tecnologia e autor dos blogs Tecnocracia, Seriguela e Balela.

Popularity: 3% [?]