Google entrando no clima de Natal …

É com o lema: “Agite suas vendas nesse Natal” que o Google lançou recentemente uma página para os interessados em faturar uma graninha extra nesse Natal utilizando seus produtos.

No site temático (http://www.natalgoogle.com.br/) há uma série de opções convenientes para utilização do buscador como auxilio online no incremento das vendas de final de ano, entre eles há o Google Adwords para iniciantes. Ao clicar nessa opção o usuário é direcionado para uma página que fala exatamente tudo sobre a ferramenta.

Além disso, há uma parte bem bacana com alguns estudos de casos de clientes, em formato de vídeo, dados bem interessantes do mercado e a diferença da rede de pesquisa e conteúdo.

No site, por exemplo, você obtém informações sobre anúncios no Youtube, onde uma diária pode sair por até R$27.500,00, com 4,5 milhões de impressões.

Interessou? Então dá uma passadinha lá no site, vale a pena para conferir a beleza e objetividade da página, agitar o bonequinho de neve e para saber mais sobre os produtos Google. Boa iniciativa para incentivar os que atuais e futuros clientes a botar a mão na massa no próximo mês!

Popularity: 15% [?]

Adsense para Feeds: Ganhe dinheiro com seu RSS

Anunciado há alguns meses, o Adsense para Feeds promete ajudar editores a monetizar seu conteúdo, distribuído pelos vários leitores de Feed. O Feedburner já contava há tempos com uma pequena integração com o Adsense, onde o dono de um feed cadastrado no serviço poderia vincular uma conta do Adsense e exibir anúncios em seu site.

Agora, além de poder exibir estes anúncios em seus sites e Blogs, os editores poderão vincular anúncios do Adsense aos seus Feeds, exibindo um bloco de Anúncios no início ou fim do conteúdo dos textos.

Exibição do Feed

Exibição do Feed

Como habilitar?

Para habilitar o “Adsense para Feeds”, você precisa saber se sua conta do Feedburner e do Adwords são vinculadas ao mesmo e-mail. Após certificar-se disso, você pode visitar o Google Adsense e na aba  “Configuração do AdSense” você pode escolher a opção “AdSense para feeds“. Nesta página você poderá definir as configurações do anúncio e poderá vincular sua exibição a um Feed cadastrado em sua conta.

Depois de configurar, basta clicar sobre o botão “salvar” e aguardar até a próxima atualização do Feed, que já deverá contar com o bloco de anúncio. Caso queira, você poderá queimar um novo feed diretamente do Google Adsense, que já sairá com o bloco de anúncios no lugar escolhido.

Em nossos testes, pelo menos nos primeiros momentos de exibição, os anúncios não foram muito relevantes, normal para um bloco de anúncios que acabou de ser habilitado.

Dicas do underGoogle:

Dica 1: Caso sua conta do Feedburner não utilize a mesma “Google Account” de seu Adsense, você pode criar outra conta no Feedburner e utilizar o recurso de transferência de Feed, localizado no topo da Dashboard de seu Feedburner.

Dica 2: Uma forma mais prática é a utilização do Feed gerado pelo Adsense no Feedburner. Explico:

  1. Visite o Google Adsense, abra a página para instalação de Adsense para Feeds;
  2. Utilize o botão “gravar um novo feed” para gerar um novo Feed de seu Blog;
  3. Configure a exibição do anúncio ao seu gosto e clique no botão “salvar”;
  4. Copie a URL do Feed gerado (ex:http://feedproxy.google.com/…);
  5. Abra sua conta do Feedburner;
  6. Na Dashboard do Feed desejado, clique sobre o botão “Edit Feed Details… ” e procure pelo campo “Original Feed:”;
  7. Cole a URL gerada pelo Adsense neste campo e clique sobre o botão Salvar. O feedburner passará a queimar este novo Feed;
  8. Pronto, em algum tempo seu Feed já estará exibindo os anúncios do Adsense.

Agradecimento ao leitor Yeltsin Lima

Popularity: 6% [?]

Google descontinuará programa de Referências do AdSense

O programa de referências do AdSense, que permite a veiculação de banners de produtos Google e anúncios pré selecionados de parceiros do Google, será descontinuado na última semana de agosto. O Google recomenda que todos os editores substituam a área das referências por blocos de Adsense para Conteúdo ou pelo DoubleClick Performics Affiliate.

Veja abaixo o comunicado oficial enviado pelo pessoal do Adsense a todos os editores:

Se você utiliza referências, seja para promover produtos do Google ou ofertas de anunciantes do AdWords, recomendamos executar as seguintes etapas antes que o produto seja desativado:

  • Remova todo o código de referência dos seus sites: remova todo o código de referências dos seus sites antes da última semana de agosto, para poder continuar a rentabilizar eficientemente o seu espaço de anúncios.
  • Substitua os seus anúncios de referência por anúncios do AdSense para conteúdo: se você tiver menos de três blocos de anúncio do AdSense para conteúdo em uma página, recomendamos substituir os blocos de anúncio de referência por blocos de anúncio padrão do AdSense para conteúdo. Isso reduzirá os riscos de diminuição dos seus ganhos com o AdSense quando o programa de referências for desativado.
  • Gere e salve todos os relatórios de referências na sua área de trabalho: eles não ficarão mais disponíveis a partir do final de outubro.

Popularity: 3% [?]

Google distribuirá seriado via Adsense

O Google acaba de fechar um acordo milionário com o Seth MacFarlane, criador do seriado Family Guy, para a distribuição de um mini-seriado que se chamará “Seth MacFarlane’s Cavalcade of Cartoon Comedy”. O seriado será apresentado exclusivamente na internet em episódios de aproximadamente 2 minutos e será distribuído pelo  mesmo sistema do Adsense.

O novo modelo permitirá que o seriado seja apresentado em milhares de sites pré-escolhidos pelo Google e utilizará a tecnologia do Adsense para exibir propagandas que poderão aparecer como banners sob o vídeo. Seth preparou 50 episódios que farão parte da  Google Content Network. Igualmente ao Adsense, o anúncio só gerará receita com cliques sobre os anúncios.

“Nós pensamos que os ganhos poderão ser esplêndidos”, disse um advogado que trabalhou nas negociações. Segundo Asif Satchu, da Media Rights, que não revelou quanto os anunciantes estão dispostos a pagar, afirmou que é “significantemente mais” do que se estivessem colocando os anúncios apenas no Adsense comum (anúncios de texto e banners com imagens).

Agora, resta esperar até setembro, quando os episódios começam a ser veiculados, e ver se a nova forma de anúncio do Google realmente será inovadora e trará mais receita para a empresa e para os produtores de conteúdo, que poderão monetizar seu conteúdo, adicionando às propagandas do Adsense conteúdo multimídia interessante e, talvez, abrindo uma nova era para a veiculação de anúncios on-line.

Fonte: The New York Times e HypeScience

Popularity: 4% [?]